Contato: (65) 3336-1526 | 3336-2348
3336-2461 | 3336-1722 | 3336-2461 | 99932-5899
99927-0835(Whatsapp)



Horário de Atendimento: Das 09h às 17h
Segunda a Sexta

O Cartorio

Conheça o Cartorio

Saiba tudo sobre nossos

Link Úteis

CONSULTA DE SELOS DIGITAL
TJMT
CNJ
IRIB
ANOREG/BRASIL
ANOREG/MT
CEI
INCRA
INTERMAT
IBAMA
RECEITA FEDERAL
SEFAZ
SEMA

Procedimentos para Registro de Imóveis

PROCEDIMENTO PARA RETIFICAÇÃO NO REGISTRO IMOBILIÁRIO

Em 19/12/2012, foi editado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso, por meio do Corregedor-Geral de Justiça, Des. Márcio Vidal, o Provimento n° 63/2012-CGJ, que já está em vigor, o qual acrescentou ao Capítulo 6, Seção 1, item 62, da Consolidação das Normas Gerais da Corregedoria Geral da Justiça do Foro Extrajudicial, a seguinte redação: “6.1.62 – determino que o material referente à retificação e procedimento de registros imobiliários, elaborado após estudos da Comissão Fundiária, seja incluído, como forma de anexo, à CNGCE, tornando obrigatória à observância dos seus termos.”

Ao mencionado provimento, foi anexado o trabalho intitulado “Retificação no Registro Imobiliário”, coordenado pela Comissão de Assuntos Fundiários da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso, e redigido pela Oficiala do Cartório de Registro de Imóveis, Títulos e Documentos de Poxoréu-MT, Maria Aparecida Bianchin Pacheco.

Segue link abaixo para conhecimento geral, além de estar disponível ao final desta página.

Provimento n° 63/2012 e anexo Trabalho de Cooperação Técnica destinado à Retificação no Registro Imobiliário

VANTAGENS DO REGISTRO DE IMÓVEIS

Pela legislação brasileira, para se adquirir a propriedade de um imóvel, é preciso que o título translativo (escritura pública, título definitivo, instrumento particular, formal de partilha, carta de arrematação, etc) seja registrado no Registro de Imóveis competente.

Neste sentido, o §1o do Art 1.245 do Código Civil dispõe que, enquanto não se registrar o título translativo, o alienante continua a ser havido como dono do imóvel. Isto significa que se não houver o registro em nome do adquirente, a propriedade fica no registro imobiliário em nome do vendedor ou transmitente, respondendo, inclusive, por dívidas dele, podendo ser penhorado e até arrematado judicialmente sem que o comprador fique sabendo. Além disso, um transmitente (vendedor p.ex.), sabendo que o adquirente não registrou o imóvel em seu nome, pode até, fraudulentamente, vendê-lo de novo para um terceiro. E ainda, se este terceiro, com boa-fé, registrar o seu título em primeiro lugar, ele será legalmente considerado proprietário, restando ao adquirente displicente reclamar do transmitente ludibrioso, tão somente perdas e danos.

FLUXOGRAMAS DOS PROCEDIMENTOS NO REGISTRO DE IMÓVEIS

Srs. Usuários,

Objetivando facilitar, exemplificar e induzir o uso dos procedimentos possíveis de serem realizados no Registro de Imóveis, disponibilizados os fluxogramas abaixo, com informações sobre as etapas e fundamentos dos atos praticados pelo registrador de imóveis, a saber:

– Processo de registro imobiliário;

– Matrícula;

– Registro;

– Averbação;

– Dúvida registral imobiliária;

– Retificação imobiliária;

– Princípios registrais a serem observados em todos os procedimentos

1

© 2017,  Rua Sebastião M Régis - Diamantino - MT- Cep:78400-000
Telefones: 65-3336-1526 | 3336-2461 | 3336-1722 | 3336-2348 | 3336-2461 Celular: 65-99932-5899 | 99927-0835(Whatsapp)
Veja onde estamos localizados
×

Olá!

Seja bem vindo ao nosso site, se tiver alguma duvida entre em contato conosco pelo WhatsApp que estaremos te auxiliando.

Clique no contato abaixo.

×